Estudando o estudo de caso em aberto

Uma conclusão preliminar que alguém que trabalha com educação do campo pode ter envolve a necessidade de se pensar a responsabilidade da educação escolar para além dos profissionais da educação. Sendo parte de uma dada totalidade, e considerando uma abordagem crítica, é preciso que a escola seja parte das ações sociais coletivas que geram transformação sociotécnica no território onde está inserida. O foco deve estar na sustentação e fortalecimento da agricultura familiar e camponesa. Compreendemos Leia mais…

Trabalho, tecnologia: breve estudo do trabalho

Uma das categorias mais interessantes para se estudar a agroecologia é aquela que toma o trabalho como uma dimensão ontológica do ser social, ou seja, o trabalho como uma atividade que está relacionada com a natureza do ser humano que vive em sociedade. Ao pensarmos na natureza do ser humano estamos, assim, implicando as ciências biológicas. Por isso, considero viável correlacionar o pensamento de Karl Marx com o de Humberto Maturana e Franciso Varela, de Leia mais…

Experiências em Agroecologia

Com a proposta de estimular a divulgação e sistematização de ações sociais com base na agroecologia, o camarada Moisés gentilmente aceitou o convite de compartilhar por aqui um pouco do que vem fazendo para promover formas alternativas de produção agroalimentar. Confira abaixo o que ele tem a nos dizer, boa leitura! O desafio de formar uma experiência coletiva e agroecológica em Panambi, RS: primeiras inquietações Por Moisés da Luz Faz muito tempo o colega Moisés Leia mais…

Relatório de Pesquisa: Iniciação Científica pelo Projeto Tecnologias Socioecológicas e Práticas Pedagógicas no Rio Grande do Sul

Partindo do objetivo geral do projeto que buscou avaliar o potencial pedagógico das práticas de conhecimento inovadoras em tecnologia socioecológica no estado do Rio Grande do Sul, desenvolvemos, segundo as atividades previstas, diversas ações de pesquisa participativas no interior do município de São Gabriel, no Assentamento da Reforma Agrária Madre Terra. Para nos auxiliar na pesquisa, criamos um Grupo de Estudos para desenvolver pesquisas participativas. Seguindo o cronograma de atividades indicado no projeto, iniciamos em Leia mais…

Narrativas na Formação de Educadoras(es) do Campo

Na sexta-feira, 15 de maio, a Professora Gabriela Carcaioli, da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, nos deu a oportunidade de compreendermos a importância das narrativas na formação de educadoras e educadores no contexto da Educação do Campo e do fortalecimento dos territórios camponeses. Como sugestão de leitura, ela nos oferece o artigo Tecendo uma rede de narrativas: práticas curriculares e artefatos culturais mobilizando memórias coletivas . A atividade aconteceu às 15:30 e contou Leia mais…

Contexto Biossocial

Introdução Essa página está associada ao Caderno de Estudos nº 2, instrumento pedagógico do curso de graduação Educação do Campo – Unipampa e do regime de alternância que caracteriza o aprendizado em duas etapas: Tempo Universidade e Tempo Comunidade. A escrita é voltada para a leitura e estudo de acadêmicos do segundo semestre. Dessa forma, entendemos que esse texto complementa o caderno de estudos do Eixo Temático 2: Contexto Socioeconômico, Sociopolítico e Socioeducacional. No segundo Leia mais…

Defender a Vida

Encontro com Lia: Educação do Campo e Agroecologia na América Latina

No dia 08 de maio está agendado um encontro com a socióloga Lia Pinheiro Barbosa, doutora em Estudos Latino-Americanos e Professora da Universidade Estadual do Ceará. O tema a ser debatido será Movimentos camponeses, Educação do Campo e Agroecologia na América Latina. O acesso será pelo Google Meet através do link: meet.google.com/aij-tgit-vbu. A agenda faz parte das atividades complementares do Curso de Educação do Campo da Universidade Federal do Pampa, que em tempos de pandemia Leia mais…

Altieri e Nicholls: Agroecologia em tempos de COVID-19

Recentemente, o chileno Miguel Altieri e a colombiana Clara Nicholls, professores e pesquisadores da Universidade da Califórnia e integrantes do Centro Latino-americano de Investigações Agroecológicas — CELIA, publicaram o artigo “A Agroecologia nos tempos do COVID-19” . No dia 23 de abril, Miguel e Clara realizaram um seminário via internet debatendo o mesmo tema, com a presença de outros especialistas na questão da agroecologia, como Peter Rosset. O vídeo completo do seminário pode ser visto Leia mais…

Construção da pesquisa na Educação do Campo

Introdução O trabalho de Conclusão de Curso é uma atividade fundamental na formação de educadores e educadoras do campo e é requisito necessário para a graduação em Educação do Campo – Licenciatura. Segundo o Projeto Pedagógico de Curso – PPC da Lecampo da Unipampa, em sua página 57, “As bases teóricas e metodológicas serão propiciadas por todos os componentes curriculares, especialmente, os componentes de Prática Pedagógica em Educação do Campo I, II, III, IV, V Leia mais…

Coletivo de Estudos Educação do Campo e Agroecologia

Em julho de 2019 um grupo de estudantes do curso da Lecampo se organizou para estudar e refletir sobre temas como Educação do Campo e Agroecologia. A organização desse coletivo de estudos teve como um dos elementos de motivação o projeto de pesquisa Tecnologias Socioecológicas e Práticas Pedagógicas no Rio Grande do Sul, que tem como objetivo central identificar práticas de conhecimento camponês/indígena que apontem para o fortalecimento da transição agroecológica, assim como identificar o Leia mais…

Karl Marx:

Por força de trabalho ou capacidade de trabalho entendemos o complexo [Inbegriff] das capacidades físicas e mentais que existem na corporeidade [Leiblichkeit], na personalidade viva de um homem e que ele põe em movimento sempre que produz valores de uso de qualquer tipo.

Huberto Maturana e Francisco Varela:

Chamamos de domínio linguístico de um organismo ao âmbito de todos os seus comportamentos linguísticos. Os domínios linguísticos são em geral variáveis, e mudam ao longo das ontogenias dos organismos que os produzem.

Karl Marx:

O objeto de trabalho só é matéria-prima quando já sofreu uma modificação mediada pelo trabalho.

Karl Marx

A própria terra é um meio de trabalho, mas pressupõe, para servir como tal na agricultura, toda uma série de outros meios de trabalho e um grau relativamente alto de desenvolvimento da força de trabalho

matriz-curricular